Seguidores

Páginas

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

NOSTALGIA




 NOSTALGIA

Em seu castelo vagueia com seu vestido branco,
De pés descalços percorre todos os cômodos,
Arrastando a calda para varrer o seu pranto,
Na solidão só vê os fantasmas em seu quebranto.
Um castelo de sonhos perdidos no tempo,
A janela que bate abre e fecha com o vento,
Não traz a brisa do firmamento,
As portas se fecham para seu isolamento,
Só ela e seu sofrimento,
Não há quem escute seu lamento,
Perdida em sua fantasia,
Dança na pureza da ventania,
E adormece no raiar do dia.
Assim o sol aquece sua alma,
Do medo da noite fria,
Da noite calada sombria.
Revigorando sua energia,
Para mais uma noite de nostalgia.

HEIDY

2 comentários:

  1. Heidy!

    Muito Lindo o seu blog. Uma verdadeira Obra de Arte!
    Os versos são fantásticos! Um clima de vida e de Amor.
    Precisamos sempre ouvir suas palavras que emocionam.

    Um Grande Abraço!

    Obrigado!

    ResponderExcluir
  2. Como sempre vc se esmerando! Parabéns , linda poesia.
    bjs Lais

    ResponderExcluir

Que alegria em receber seu comentário!!!