Seguidores

Páginas

quinta-feira, 14 de março de 2013

MUNDO IRRACIONAL




MUNDO IRRACIONAL

MEU MUNDO VIROU DE PONTA CABEÇA,
MINHA CABEÇA VIROU PARA OUTRO MUNDO,
FOI O MUNDO QUEM VIROU MINHA CABEÇA,
OU AS PESSOAS QUE VIVEM EM OUTRO MUNDO...
OU SERIA O MUNDO QUE NÃO CABE NA MINHA CABEÇA,
OU MINHA CABEÇA QUE NÃO CABE NO SEU MUNDO.
AH ESSE MUNDO DE PESSOA SEM CABEÇA,
DECEPADOS PELO MUNDO,
TODO MUNDO DECEPANDO A CABEÇA,
NÃO EXISTE MAIS CEREBRO NESTE MUNDO,
SÓ EXISTE A CABEÇA...

HEIDY

domingo, 10 de março de 2013

CONCHAS TAMBÉM SE SEPARAM




CONCHAS TAMBÉM SE SEPARAM

Triste de ver a concha ser dispensada pelo mar,
Enterrada na areia solitária,
Fora despregada de seu par.
Amaria estar na profundidade,
Coladinhas, sempre juntas,
Sem o destino às separar.
Mas o molusco não teve eternidade,
Era um falso coração,
Que não soube amar.
Separadas e muito distantes,
Nunca mais irão se encontrar,
As ondas às levaram,
Por caminhos distintos,
Não podem mais se juntar.
Duas conchas duas vidas,
Que tentaram se suportar,
Chegou a hora da despedida,
Não há mais como às grudar aderir colar.

HEIDY

segunda-feira, 4 de março de 2013

A SOMBRA E A PRESA




A SOMBRA E A PRESA

Agora começo a me libertar da teia tecida,
Aquele emaranhado de fios que me sufocavam,
Na armadilha que me deixaram quase sem vida,
Eu era uma presa onde suas garras não me soltavam.
A ventania já muitas vezes acontecida,
Já eram avisos que abalavam,
A tempestade que parecia adormecida,
Romperam os fios que o sustentavam.
Já livre do veneno da mordida,
Que a muito tempo a amortizavam,
Foi curando-se a ferida,
Suas próprias forças a curavam.
Então é a hora da despedida,
Já que dos fios se soltavam,
Não será mais engolida,
Pelas sombras que a cercavam.

HEIDY