Seguidores

Páginas

sexta-feira, 20 de maio de 2011

DESPEDIDA






DESPEDIDA

Ninguém sabe o dia da partida,
Para onde vamos nessa vida,
Se  corremos a trás dos sonhos,
Nem se teremos despedidas.
Estamos cheios de perguntas,
Onde não temos as respostas,
A vida nos leva e cá estamos,
Aprendendo com derrotas.
Não sou  um pássaro  livre,
Nem estou preso na gaiola,
Mas muito me abstive,
Para me desprender de uma argola.
Um círculo vicioso,
Uma aliança persistente,
Transmitir paz  ao monstruoso,
Amar disciplinadamente.
Mas enquanto não houver partida,
Estarei  sempre  pronta comprometida,
A aceitar meu destino,
Então estarei vencida.
Em minha despedida.
HEIDY

2 comentários:

  1. Muito lindo seu poema. Seu cantinho está lindo, beijos.

    ResponderExcluir
  2. Já comentei esse poema, mas sempre que lemos de novo temos outra forma de ver. A vida nos leva para muitos lugares e tem horas que sentimos saudades ou precisamos matar saudades, pois se nosso coração é bom, sempre existe alguém que sente falta, por isso devemos sempre estar presente. Beijos

    ResponderExcluir

Que alegria em receber seu comentário!!!