Seguidores

Páginas

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

FELIZ ANO NOVO!!!




ANO NOVO SERÁ...

COM FORÇAS PARA SEMPRE RECOMEÇAR,
COM OTIMISMO PARA NUNCA DESISTIR,
COM SORRISO SEMPRE ESCANCARADO,
PARA A TRISTEZA NÃO INVADIR.

E O QUE FOI ONTEM DEIXE PARTIR,
SÓ DE EXPERIÊNCIAS IREMOS PROSSEGUIR,
AQUILO QUE NÃO DEU CERTO NÃO ERA PARA EXISTIR,
NOVOS SONHOS IREMOS CONSTRUIR.

O QUE SERÁ FEITO COM AMOR,
NÃO IRÁ SE DILUIR,
A ESPERANÇA A EVOLUIR,
UM NOVO CAMINHO A SEGUIR.
SÓ A QUEM SE PERMITIR.


HEIDY









quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

CARINHO DE UMA AMIZADE(FLÁVIA Shiroma)

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

FELIZ NATAL PARA TODOS!!!



Uploaded with ImageShack.us





FELIZ NATAL E FELIZ 2011

Se já estás em festa,
Alegre o seu coração,
Leve seu sorriso a multidão,
Aos pequeninos ,
Aos amigos ,aos parentes,
Levando a celebração.
Nesse mais um fim de ano,
A grande consagração.
Explodiremos os fogos da ternura,
Os artifícios do amor,
Dividindo a fartura,
Com toda a candura,
Como fez o nosso libertador.
E assim nesse mais um brindar,
Possamos festejar,
Mais um natal a convidar,
Que a paz nos acompanhe,
A saúde e o equilíbrio,
Para um novo ano conquistar.

Que Deus os acompanhe
Meus parentes , meu amigo,
E nunca deixes de sonhar,
No coração está o abrigo,
Para tudo se realizar.

FELIZ NATAL E FELIZ 2011

HEIDY

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

E EU CONTINUO AQUI







E EU CONTINUO AQUI

Quantos enganos,
Quantos planos,
E nada aconteceu,
Daquilo que se pretendeu.
E eu continuo aqui,
Acho que percebeu.
E nesse silencio eu esperei,
O tempo eu aguardei,
E de meus versos me anulei,
E que tudo por você eu farei.
Só sei que aqui ainda estou,
E tudo que me falou,
Mais nada restou,
E o não ainda não chegou.
Ainda existe a dúvida,
Um ponto de exclamação,
Mas já que ainda aqui estou,
Não perderei a minha satisfação,
De continuar a abrir meu coração.

Mesmo que não compartilhe de meus versos,
Que não perceba os meus gestos,
Eu por aqui ainda estarei,
Não sei por quanto tempo,
Mas um dia saberá o quanto amei.

HEIDY

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

O MAIS FORTE





 O MAIS FORTE

Quando dois corpos se unem,
Se encontram,se resumem,
São dois corpos diferentes,
Duas pessoas duas mentes.
Com o tempo descobre-se,
Pelos afetos apaixonam-se,
Com o tempo privam-se,
Para que ao outro contente-se.
Então assim um é feliz,
Ou aquele que acredita que é mais forte,
Ou aquele que se faz de suporte,
Para que o outro não desmonte,
Não deixando secar a fonte.
Na nascente do puro domínio,
Engana-se com seu próprio delírio,
E assim o outro sabe que é seu colírio,
Que se torna um secreto mongírio .
O herói da grande ventura,
Nem sempre é o que tem cultura,
Não é quem faz disputa,
Deságua com o outro na mesma gruta.
Aceita as diferenças,
Não muda as referências,
Para a suas preferências.

 HEIDY

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

FELIZ NATAL FELIZ 2011







QUE O ESPÍRITO DE NATAL AGREGUE-SE EM TODOS OS CORAÇÕES,
TRAZENDO A ESPERANÇA SEM PRIVAÇÕES,
DOANDO ALEGRIAS E PAZ A TODAS AS  NAÇÕES.


HEIDY

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

MULHER MENINA





 MULHER MENINA

Quero brincar de faz de conta,
Então estarei pronta,
Jogando os dados da sedução,
Nesse jogo de rotação,
Somando e dividindo a emoção.
Acreditarei na fantasia,
Do rolar em demasia,
Estaremos na mesma sintonia,
Brincando com parceria.
A ciranda que nos rodopia,
O pega-pega que anuncia,
O toque que sacia,
Feitos adolescentes com energia.
E no esconde-esconde quando nos achamos,
Realmente nos encontramos,
Tirando a venda dos olhos nós nos tocamos,
De amor e acaricias assim nós brincamos.
Quero brincar de faz de conta,
Fingir que os anos não se passaram,
Então as inocência não me roubaram,
As brincadeiras não se cessaram,
Nem a alegria,nem o prazer evaporaram.

 HEIDY

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

MEU INIMIGO




 MEU INIMIGO

Meu inimigo é visível,
Está nos lábios serrados,
Onde não vejo o sorriso,
Uma tristeza perceptível.
Está no abraço gelado,
Do calor insensível,
De um olhar reprimível,
Sentimento impassível.
Meu inimigo não é o vento,
Mas é o frio em minha pele,
Não é o sol,
Mas é o calor que queima,
Não é a chuva,
Me encharca sem fleima.
Meu inimigo é o desdém,
A quem o faça um refém,
Te ilude em um vaivém,
E mesmo assim te retém.
Meu inimigo é o desamor,
No beijo o amargor,
Sem reverência sem pudor,
Sem essência sem sabor.
Meu inimigo,
É a obsessão,
A má intenção,
A falta de reflexão,
Iludir com precisão.


HEIDY