Seguidores

Páginas

sexta-feira, 29 de abril de 2011

AONDE VAIS?




    AONDE VAIS?

Aonde vais? Não vá embora,
Espera por mim agora,
Ainda não chegou a aurora,
Não quero mais a outrora,
Que me leva você para o mundo a fora,
Sem saber se voltará sem demora.

Aonde vais? Não deixe aqui o vazio,
Que me deixa com tanto frio,
Que me causa esse arrepio,
Não é de seu feitio,
Deixar-me de repente neste fastio.

Aonde vais? Não saia sem ruído,
Como um amor bandido,
Deixando meu ser rasquido,
Amor em perigo ,em desabrigo,
Pela solidão tão entanguido.

Aonde vais?Mas que nem sempre retorna,
E aos meus sentimentos suborna,
Onde só você que o transforma,
Quando estás me acalma,
Quando se vai perco a alma.

Aonde vais novamente?
Porque foges assim de repente,
E só volta somente,
Quando teu desejo se faz urgente.

HEIDY

quarta-feira, 27 de abril de 2011

TEMPESTADES DA VIDA









TEMPESTADES DA VIDA


Uma grande tempestade sobre-voa,
Relâmpagos clareiam meus sonhos,
Ventos espalham os pingos,
Para brotar os desejos mais lindos.
Molhando as sementes verdes,
Em caminhos que não se perdes.
Broto fecundo moroso,
Quero seu caule ramoso,
Seu tronco firme poderoso,
Fortalecido e virtuoso.
E assim que a tempestade passar,
A felicidade vai rodear,
Lindas flores irão desabrochar,
No caminho para minha vida trafegar.
Plantei sementes de amor,
Com audácia de um lavrador,
Não desisti da humildade,
Nem exigi a igualdade.
Tempestade me traga só a normalidade,
Daquilo que é só necessidade,
Com toda efetividade,
Sem outra eventual tempestade.
Que seja a ultima,
Mas que talvez na sua eventualidade,
Foi necessária para minha heroicidade.

HEIDY

quinta-feira, 21 de abril de 2011

RENASCER



 RENASCER
Renascerei do perfume das flores,
Com o carinho dos meus amores,
E nesses anseios de mudanças constantes,
Acolherei  verdadeiros sentimentos prestantes.
A minha iluminação intima, refletirá em meus olhos,
E em meus desafios mais expressivos,
Lentamente me libertarei dos meus hábitos viciosos,
Por caminhos tortuosos.
Preservarei  a minha jovialidade,
Já que é ela quem revela a alegria,
Que atrai minha companhia,
É o comportamento e o preço da felicidade.
Viverei  sempre com o necessário ,
A paciência me auxiliará a tudo a vencer,
E o que a mim foi reservado,
Terei sempre aquém  repartir,
Então renascerei enquanto eu existir,
Sem mais nada a diferir.

HEIDY

quarta-feira, 13 de abril de 2011

ENCRUZILHADA





ENCRUZILHADA

Seguindo a estrada,
Encontraremos sempre uma encruzilhada,
Tempo a refletir encontrando a pousada,
Prosseguir com os passos mais firmes,
Nessa virtuosa longa jornada,
É nossa tarefa ,deixar nossa marca em nossa pegada.
Nem de arrependimentos nem remorsos,
Nem de julgamentos desnecessários,
Assim prosseguiremos ,com nossos esforços,
Juntando novamente os nossos destroços.
Pungente coração ainda bate,
Ainda a percorrer em disparate,
A quem a ele acredite,
A quem a ele não descarte.
Não existirá a hora da certeza,
Nem o sonhar do caminho da nobreza,
Se não sentirmos a paz com firmeza,
Continuaremos na encruzilhada,
Nessa incessante incerteza.

A quem julgue até seus pensamentos,
Que transforma palavras em acontecimentos,
Hoje estão aqui amanhã são como ventos,
Mudam como as estações,
As vezes são brisas e outras tormentos.
HEIDY

domingo, 10 de abril de 2011

ESTOU APAIXONADA








ESTOU APAIXONADA
Apaixonei-me por você meu amor,
Pela sua graça pela sua cor,
Você parecia estar triste,
Mas desabrochou.
Com meu afeto se animou,
Com meu carinho se despertou,
Novamente floresceu,
E a quem tanto te amou,
E sempre às cultivou .
Deixou-a me,como herança  ,
A flor.
A eterna lembrança,
Desde quando criança,
A eterna aliança,
Foi o que me restou.
O cultivo das plantas,
Você me ensinou.
E em cada florescer,
Lembrar-me-ei de você,
Cultivando as flores,
Que me trazem alegria,
Embora nostalgia,
Mas que tem a sua energia,
Para meu viver,o meu primor...
HEIDY