Seguidores

Páginas

terça-feira, 18 de outubro de 2011

ESTRELAS ESTÁTICAS



ESTRELAS  ESTÁTICAS

O manto da noite na abóbada azulada,
Me traz a beleza assim contemplada,
Mais uma noite tão linda estrelada,
Mas não se chocam estão separadas,
Brilham isoladamente , solitárias,caladas.
Assim como nós nessas noites sombrias,
Muito distantes a serem tocadas,
Somos como estrelas da madrugada,
Vivemos distantes extasiadas.
Pelo destino transportadas,
Na solidão da noite estarão fixadas,
Brilhando sozinhas,abstraídas,
Dos sonhos das noites encantadas.
Somos como as estrelas apartadas,
Que não se colidem distanciadas,
Estrelas que brilham no céu estáticas.
HEIDY

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

A GRANDE ÁRVORE



A GRANDE ÁRVORE

Você trocou a brisa suave,pelo vento violento gelado,
Trocou o calor do sol,por um céu nublado,
Trocou o seu jardim,por um solo acidentado,
Preferiu torna-se uma grande árvore,sozinha no descampado.

Agora o vento violento transformou-se em tempestade,
E as flores de seu jardim,procuram a claridade,
Pois a sombra da árvore,não terá intensidade,
Seus galhos estão secos,sem mais utilidades.

Ouve um tempo que podias correr contra o vento,
Teve muitas inúmeras oportunidades,
De cultivar seu jardim,e lhe dar prioridade,
Mas cresceu sozinha a grande árvore.

Robusta valente sem humildade,
Só viverá de recordações e saudade,
Do seu jardim das lindas flores,
Que um dia fizeram parte de sua felicidade.

HEIDY

terça-feira, 11 de outubro de 2011

TROQUEI AMOR POR LIBERDADE



TROQUEI  AMOR POR  LIBERDADE

Nunca pensei que me libertaria,
E assim desobrigar-me de amar,
Pensei que o amor me venceria,
E seria sempre o mais forte a me dominar.
Também não sabia que alem do amor,
Existe uma outra energia,
Que é alegria pela vida,
Que meu amor não pode lhe dar.
Ainda sinto ele constante,
Mas não é mais importante,
Pois não há ninguém para apreciar,
Já amei o bastante,
Não preciso mais provar.
Guardarei ele só para mim,
Escondido em algum lugar,
Para que eu não sofra mais assim,
Por te amar.
Agora com você distante,
Minha alegria vai retornar,
Fiquei liberta no mesmo instante,
Que senti a sua ausência,
Não há mais nada a me incomodar.

Amo sim e daí?
Mas você não vai mais provar,
Minha liberdade é mais importante,
Do que te amar.

HEIDY

domingo, 9 de outubro de 2011

NÃO ERA AMOR




NÃO ERA AMOR

Aos poucos você descobre,
Que aquilo não era amor,
Alguns momentos de felicidade,
Foram apenas esperanças,
Delírios de sonhador.
As palavras que foram ditas,
Só naquele momento tem valor,
Depois são esquecidas,
Perdem o glamour.
Prioridades vão se somando,
Aos poucos se revelando,
E para traz eu fui ficando,
O meu amor foi desprezando.
Aos poucos você descobre,
Que não pode mais persistir,
Não tem mais como dissuadir,
Porque nunca foi amor,
Não tem mais por insistir.
Encarar a realidade,
Há de não mais se confundir,
Um amor de verdade,
Nunca teve a existir.

HEIDY

domingo, 2 de outubro de 2011



OS SEGREDOS QUE O MAR ESCONDE

Lá ficaram os segredos guardados,
Para o fundo do mar foram lançados,
As angustias as tristezas,
De minha alma lavados.

Meu corpo relaxa agora,
Por em você ter mergulhado,
Renovo minha mente,meu espírito,
Meu corpo aliviado .

A brisa do oceano,
Em meu rosto acalentado,
Desta maravilha o tédio naufragado,
Novo ar para dentro de mim assoprado.

Rendendo-me aos obstáculos das ondas,
Meu corpo foi restaurado,
Meu sorriso recuperado,
Por esse mar abençoado.

Deixo para que as ondas os levem,
Tudo aquilo que deve ser levado,
E o que tiver que ficar,
Seja restaurado.

HEIDY