Seguidores

Páginas

sexta-feira, 28 de maio de 2010

QUERIA SER FANTASIA








*QUERIA SER FANTASIA*

Se meus olhos estão assim tristonhos,



Talvez seja por não fazer parte de seus sonhos,

Se minhas mãos não estão mais estendidas,

Talvez seja porque já estão esquecidas.

Já caminhamos na mesma estrada,

Na mesma jangada.

Mas o destino nos separou,

Nada mais restou.

Somente lembranças sobraram,

Das águas que se passaram,

Não sobraram rastros,

Nem pegadas na poeira,

O vento soprou,

Para trás da cordilheira.

E mesmo que as nuvens colidissem,

E o raio clareasse,

Não me enxergaria mesmo que me visse,

Seus olhos foram tampados,

Seus carinhos decepados,

Pois se houve amor verdadeiro,

Foi amor de marinheiro,

Mudou o seu roteiro,

Nem explorou o ouro por inteiro.

Então nas águas que navegas,

Que encontre sua sereias,

Assim terás o amor,

Estendida sob as areias,

De fantasias escorrendo pelas suas veias.


HEIDY

2 comentários:

  1. Como fascina sua poesia Heidy!
    O amor é nada mais que um coração ardente com uma pitada de fantasia.
    Como é bom ver que a cada poema você se joga mais de cabeça em mostrar seus sentimentos amiga.
    Beijos querida Heidy.
    Sua amiga: Goretti

    ResponderExcluir
  2. mãe..
    não me canso de ler suas poesias.!
    amooo..
    vc i amo tudo o qii vc faz..
    parabens i continue fazendo essaS LINDAS POESIAS
    I CONTINUE MI EMOCIONANDO A CADA DIA..
    te amo mãe..

    ResponderExcluir

Que alegria em receber seu comentário!!!