Seguidores

Páginas

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

ANO VELHO-ANO NOVO




ANO VELHO-ANO NOVO

Lá vai ele...
Para uns que vá com presteza,
Para esquecer a tristeza,
Toda incerteza,
A angustia que ocorreu.

Lá vai ele...
Deixando marcas de saudades,
Ganhando e perdendo pessoas e amizades,
Testando nossas  capacidades,
Mais um ano que Deus nos deu.

Lá vai ele...
O ano que ficou velho,vetusto,
Experimento necessário onusto,
De alegrias e tristezas, coração angusto,
Que muito se aprendeu.

Lá vai ele...
Que leve consigo os maus fluidos,
As coisas ruins ,sem sentidos,
Que deixe somente o bem o bom havidos,
Neste ano que envelheceu.

Lá vai ele...
E chega mais um,cheio de expectativa,
Esperança de realização em perspectiva,
De um ano novo de realização assertiva,
Quem vai é ele mas não eu.

HEIDY

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

NATAL É TEMPO DE ALEGRIA



NATAL É TEMPO DE ALEGRIA

Natal é tempo de alegria,
A sala não está mais vazia,
O pinheiro modesto ganhou energia,
Sinos bolas e anjos,piscas em harmonia.

Estantes e mesas com enfeites e velas,
Anjinhos e botinhas enfeitando as janelas,
No prato de nozes duas lindas estrelas,
Porções de pinhas secas lindas tão belas.

Natal é tempo de alegria,
De encher a casa de fantasia,
Durante a noite,durante o dia,
Todos e tudo em sintonia.

E todas essas luzes brilhos que avistamos,
Irradie a paz para os seres humanos,
Que traga mais amor e união,
E ilumine os corações dos insanos.

HEIDY

domingo, 18 de dezembro de 2011

NÃO QUERO PRESENTES NESTE NATAL!!!


segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

DESEJO PARA TODOS VOCÊS UM FELIZ NATAL!!!


MEU  NATAL
Natal...Natal nos traz sempre  recordações.
A nossa arvore era enfeitada na véspera,
Onde a porta da sala era trancada,só avia uma sombra que por de baixo da
porta eu espiava.
Saiamos todos para dar uma volta na rua,meus pais,eu minha irmã e meu irmão.
E quando voltávamos,o toca disco tocava canções alemãs,era  o sinal que Pai Noel
Havia passado em nossa casa.
Então eu e meus irmãos abríamos a porta da sala,e lá estava,o pinheiro silvestre
todo enfeitado,com velas fininhas acesas em todas as pontas dos galhos,
os presentes espalhados em baixo dela.
Mas o meu sonho de menina aos poucos foi acabando,
da família reunida,primos tios,avós e quem mais chegassem...
Com os anos não foram mais chegando,
A gente cresce e o destino foi nos distanciando.
Agora aqui em meu lar,somos só nós a celebrar,
Somos uma família pequena,mas juntos novamente podemos estar,
Essa união que sempre temos,disso eu posso me alegrar.
E no dia de Natal sentaremos juntos isso não pode faltar,
Com a vovó que nos espera,as primas as tias,e o cunhado,
Novamente nos confraternizar.
E sentiremos a falta dos verdadeiros Papais-Noéis,
Que entre nós não poderão estar.


HEIDY


quinta-feira, 1 de dezembro de 2011


PACIÊNCIA

Nunca se dá tudo de uma vez,
Sufoca é uma insensatez,
De aos poucos com lucidez,
Ninguém quer tudo com rapidez.

O rápido é imperfeito,
Fica com defeito,
Não dá para ser perfeito,
Terá sempre um insatisfeito.

Vá devagar semeando,
Não corra vá andando,
Não tenha pressa,
Está tudo seguindo.

São dias e noites,
Continue prosseguindo,
Tudo feito com calma,
Vai-se concluindo.

Semeia-se hoje e vai expandindo,
Dar-se o tempo de ir corrigindo,
Sem pressa vai se refletindo,
Sem erros reagindo.

Não jogue para o alto o que conquistou,
Por mera vaidade do seu destemor,
Não se faça um transgressor,
Nem torne seu desejo violador.

Seja um sonhador,
Da paciência de um inventor,
Invente sua vida,com calma e cautela,
De um verdadeiro sonhador.

HEIDY