Seguidores

Páginas

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

VIGIANDO SEU SONO




VIGIANDO SEU SONO
Vejo você adormecido,
Um mistério escondido,
O seu perfil despercebido,
Que observo com silencio,
O seu sorriso amortecido.
Não sentes o toque da minha mão,
O carinho pretendido,
Não sentes minha respiração,
Estás distante desiludido.
Viajas no teu sonho,
Em seu caminho indefinido,
Procuras no seu intimo,
Do que não estás convencido.
As palavras ficam guardadas,
Como tivesse respondido,
Pelo seu rosto posso ver,
Que não há nada definido.
Inquietude no meu olhar deprimido,
A esse seu semblante endurecido,
Dorme meu amor tão querido,
Meu amor é correspondido,
Em seu sono será percebido.
HEIDY

2 comentários:

  1. wow!! lindo poema! Apaixonado e cheio de esperanças. Tenha um bom dia.

    ResponderExcluir
  2. Um amor lindo e tranquilo como um sono gostoso. Lindo poema.

    Abraços.

    ResponderExcluir

Que alegria em receber seu comentário!!!