Seguidores

Páginas

quarta-feira, 26 de maio de 2010



SOU O QUE SOU


Sou amiga em todos os momentos,
Sou seus ouvidos aos lamentos,
Não me importo com meu sofrimento,
O que me importa é o descontentamento.


Não quero pessoas perdidas,
Quero ajudar sem medidas,
Faço parte de muitas vidas,
Procuro estancar as feridas.


Sou fadinha do amor,
Com todo meu vigor,
E por onde eu for,
Estarei ao seu dispor.


Só quero que um dia,
Não haja nenhuma porfia,
Isso me descontentaria,
Tiraria-me a alegria.


E sigo em frente nessa vida,
Com tanta gente querida,
Só espero que na minha partida,
Lembre-me como querida.


Pois meu carinho de todo eu dediquei,
Minha lealdade ofertei,
Sem cobranças apliquei,
Na  humildade me desmanchei.


Perdi afetos de quem amei,
Mas não me desfranjei,
Ganhei muito mais carinho,
De quem nunca esquecerei.
HEIDY

Um comentário:

  1. Você me fez chorar agora "Fadinha do amor."
    Nunca direi que o mundo está perdido.
    Existem almas lindas como a sua poetisa.
    Essa música é teu espírito flutuando onde te chamam.
    Beijos de carinho amiga linda.
    Esse cursor com sua carinha hein...rs Bjs de luz. Gorettistar

    ResponderExcluir

Que alegria em receber seu comentário!!!