Seguidores

Páginas

terça-feira, 1 de junho de 2010









*DELÍRIOS DO PENSAMENTO*


Faço de conta que é tudo verdade,

O que sentes por mim é realidade,

Que sou toda a sua saciedade,

E que sentes sempre por mim saudades.

Que gosta de meus beijos,

Que realizo todos seus desejos,

Delira-se com meus molejos,

Que sentes o meu coração aos latejos.

E quando seus olhos me despem,

O que você vê não é miragem,

É uma formosura como paisagem,

Uma obra de arte perfeita imagem.

Sua Deusa que surgiu dos seus sonhos,

Que alegrou os seus dias tristonhos,

Que fez de ti o mais feliz ser,

E não consegue se conter,

Nem respirar nem sobreviver,

Com orgulho esbanjado em me ter.

Faço de conta que é verdade,

Que na minha ausência é fidelidade,

Que sou sua única realidade,

Sou a sua felicidade,

Sou eu sua sobriedade.


HEIDY

Um comentário:

  1. Que poesia linda, um romantismo inspirado no mais profundo interior.Parabéns.Tudo de bom pra você.Arnoldo

    ResponderExcluir

Que alegria em receber seu comentário!!!