Seguidores

Páginas

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

PAIXÃO ESCONDIDA



 PAIXÃO  ESCONDIDA

Essa paixão que mergulha no abismo,
Tornou-se um verdadeiro fanatismo,
Afogou-se no sufoco do idealismo,
Enchendo o coração de sonhos e desejos,
A imaginação confundindo o realismo.
Tão confuso assim como as palavras escritas,
Não há explicação nessas horas aflitas,
Quando sinto essas profundas desditas,
Torno-me mais frágil as suas visitas.
Essa paixão que mora por dentro,
Que aquece a pele em um choque violento,
Ruboriza a face faz brilhar os olhos,
Faz sentir arrepios até  na brisa do vento.
Essa paixão que é tão ingrata,
Que não escolhe a hora e me contrata,
Escondida como tesouro de pirata,
Uma paixão ou amor que ainda me mata.
Temeroso em se transparecer,
Com medo de engrandecer,
Se expor e o fizer adormecer?
E no amanhã novamente esmorecer,
E venha supor morrer.
Paixão escondida travada a entender.

HEIDY

2 comentários:

  1. Eu bem entendo dessas paixões arrebatadoras, tem horas que parece que vamos morrer disso mesmo, rsrs

    Belos versos!

    Bjs linda

    Mila

    ResponderExcluir
  2. Lindo blog! Parabéns!
    Gostei dos versos!
    Bjo e paz,Heidy!

    ResponderExcluir

Que alegria em receber seu comentário!!!