Seguidores

Páginas

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

O VIAJANTE




 O VIAJANTE

Viajas nesse infinito pensar,
Vais tão longe a migrar,
Estás no espaço infinito,
Onde não posso alcançar.
Sua estrada é tão escura,
Que só você pode caminhar,
Não deixa rastros nem pegadas,
Para que eu possa enxergar.
Viajante dos seu delírios,
Dos enigmas a decifrar,
Para onde fostes agora,
Em que planeta em que lugar?
Nem levas mais meu coração,
Que distante de ti está,
Por estar assim tão longe,
Não sente o pulsar.
Viajante imigrante,
Não posso te acompanhar,
Seu destino é tão sombrio,
Para mim não tem lugar.
Se queres então eu por perto,
Porque insistes em viajar?

HEIDY

Um comentário:

  1. Que linda poesia Heidy!
    Como sempre, " se me queres como leitora continue continue a escrever que eu continuarei a ler!
    bjs Lais

    ResponderExcluir

Que alegria em receber seu comentário!!!