Seguidores

Páginas

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

MERGULHO NA PROFUNDEZA DO MAR




MERGULHO NA PROFUNDEZA DO MAR

Meu mergulho é assim profundo,
Lá onde não encontro ar,
Onde as algas embaraçam em meus pés,
Não me deixando flutuar.
Na profundeza escura fico cega,
Só escuto as quebradas das ondas,
Bem distantes e longas,
Nas águas mais fundas.
Não sinto o meu pulsar,
Minhas mãos não conseguem alcançar,
A imagem turva de uma estrela do mar,
Meus pés encostam-se aos ouriços,
Espinhos a me atormentar.
Não sinto que terei a força,
Para me salvar,
Não sinto que me encontrariam,
Nem se importariam se eu me afogar.
Mas sei que a areia me aguarda,
Onde estarei estirada,
Esperando o suspiro da vida,
Estarei bem acordada,
Estarei saindo de um sonho,
De uma vida passada,
Em uma outra enseada,
Onde a tristeza não me afunda,
No mar de minhas lágrimas,
Mergulharei na alegria desvairada.


HEIDY

2 comentários:

  1. Linda sua poesia, o jeito que ela caminha por entrelinhas é apaixonante, cada palavra se entreleça num movimento belo...
    Bjs linda
    Mila

    ResponderExcluir
  2. Uma ótima semana passar por aquie colher as flores do seu jardim interior é sempre uma forma de recarregar as baterias! Linda poesia1

    ResponderExcluir

Que alegria em receber seu comentário!!!