Seguidores

Páginas

domingo, 20 de maio de 2012

ERA SÓ FRENESI




ERA SÓ FRENESI

E  eu nem me despedi,
É que realmente eu nunca estive,
Nem era eu quem estava ali.
Eu achava que me via,
Mas eu nunca existi,
Era só frenesi.
Inquietação do espírito,
Foi só o que possuí,
Desarrimo infinito,
Só o que consegui.
E eu nem me despedi,
Porque não há saudades,
Nem rastros por onde percorri,
Passei despercebida,
Já que nem fraternidade  recebi .
Nem é despedida,
Porque  sempre estive aqui,
Era só frenesi o que senti.

HEIDY

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Que alegria em receber seu comentário!!!