Seguidores

Páginas

quarta-feira, 28 de julho de 2010


A ROSA

Entregou a mim uma bela rosa,
Com pedido de perdão,
Nem desabrochou o botão,
Feriu novamente meu coração.
A rosa entristeceu-se,
Seu destino converteu-se,
Da louca paixão,
A grande desilusão.
Pobre rosa desiludida,
Usada para semear um recomeço,
Mas por ti um desapreço,
Sem sentido da ação,
Que trouxe tanta emoção,
Fruto da imaginação.
Pobre rosa ferida,
Da palavra prometida,
Negligencia cometida,
Na amargura a homicida,
A ira a fúria vencida,
Não restou nem sua vida,
A rosa e a despedida.
HEIDY

2 comentários:

  1. Que versar bonito. Triste, mas real. Parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Poesia triste e sofrida, mas linda demais, mas sabe tudo tem seu tempo, as vezes passamos por momentos tristes, mas apesar das nuvens o céu sempre volta a ficar azul com o sol brilhando.Beijos

    ResponderExcluir

Que alegria em receber seu comentário!!!